Echinacea purpurea

ECHINACEA PURPUREA

A Echinacea purpurea é um medicamento fitoterápico com propriedades imunomoduladoras, responsáveis pelo aumento das defesas do organismo à infecções. São amplamente utilizados para a prevenção e tratamento de resfriados e infecções respiratórias.

Possui como princípios ativos o ácido caféico e seus derivados; ácido chicórico, ácido caftárico e o ácido clorogênico; alcamidas, principalmente: os ácidos dodeca-2E,4E,8Z, 10E/Z-tetraenóicos, incluindo OS I (uma 4- 0- metilglicoronilarbinoxilano) e OS II (uma rhamnoarabino-glactana acidica), fructanas; flavonóides da quercetina e do kempferol; óleo essencial: borneol, acetato de borneil, pentadeca-8-em-2-ona, ácido palmítico e outros.

Acredita-se que a combinação dos muitos constituintes seja responsável pela atividade imunoestimulante dos extratos alcoólicos de Echinacea purpurea, atividade na qual é muito atribuída às amidas lipofílicas (alcamidas), bem como os derivados do ácido caféico (como o ácido chicórico).

Um estudo randomizado, duplo cego, observou uma diminuição na incidência, duração e severidade dos resfriados e infecções respiratórias no grupo que recebeu a preparação de Echinacea purpurea.

Outro estudo, realizado em crianças com idade entre 1 e 5 anos, utilizando Echinacea purpurea, resultou na redução de 55% no número de episódios das infecções do trato respiratório e 62% no número de dias com febre.

Consulte seu médico. Venda sob prescrição médica.

Escrito por: Larissa Martinelli (@larimartinelli)

Echinacea purpurea
Echinacea purpurea

ECHINACEA PURPUREA

A Echinacea purpurea é um medicamento fitoterápico com propriedades imunomoduladoras, responsáveis pelo aumento das defesas do organismo à infecções. São amplamente utilizados para a prevenção e tratamento de resfriados e infecções respiratórias.

Possui como princípios ativos o ácido caféico e seus derivados; ácido chicórico, ácido caftárico e o ácido clorogênico; alcamidas, principalmente: os ácidos dodeca-2E,4E,8Z, 10E/Z-tetraenóicos, incluindo OS I (uma 4- 0- metilglicoronilarbinoxilano) e OS II (uma rhamnoarabino-glactana acidica), fructanas; flavonóides da quercetina e do kempferol; óleo essencial: borneol, acetato de borneil, pentadeca-8-em-2-ona, ácido palmítico e outros.

Acredita-se que a combinação dos muitos constituintes seja responsável pela atividade imunoestimulante dos extratos alcoólicos de Echinacea purpurea, atividade na qual é muito atribuída às amidas lipofílicas (alcamidas), bem como os derivados do ácido caféico (como o ácido chicórico).

Um estudo randomizado, duplo cego, observou uma diminuição na incidência, duração e severidade dos resfriados e infecções respiratórias no grupo que recebeu a preparação de Echinacea purpurea.

Outro estudo, realizado em crianças com idade entre 1 e 5 anos, utilizando Echinacea purpurea, resultou na redução de 55% no número de episódios das infecções do trato respiratório e 62% no número de dias com febre.

Consulte seu médico. Venda sob prescrição médica.

Escrito por: Larissa Martinelli (@larimartinelli)